terça-feira, 25 de agosto de 2009

Participação especial...

Nós da Banda Seu Chico fizemos uma participação no show do grupo carioca Casuarina. Aqui em Recife no UK Pub.



Samba autêntico de primeira...



com uma pitada de molejo pernambucano.



Abração para João Cavalcanti, João Fernando, Rafael, Gabriel, Daniel, Michelly e todos que fazem o Casuariana.

É sempre bom estar entre amigos...

4 comentários:

vanessa disse...

Seu Chico e Casuarina combinação perfeita....

Alê disse...

Vcs são baum de maissssssss

Anônimo disse...

Chamado aos artistas! Construamos o festival-ato INTERUNESP contra a opressão!



A última edição do INTERUNESP na cidade de Araraquara foi palco de
cenas de violência explicita contra a mulher com o chamado “rodeio de
gordas”. Este consistia em que os homens inscritos em uma competição
montassem em cima da estudante ridicularizando-a perante todos que
estavam participando da festa. Este ato nos revela o quanto se
naturalizou a imposição de um padrão estético aos corpos femininos e a
idéia da mulher como objeto ao desfrute dos homens.

Na Universidade de São Paulo, nos deparamos no começo
deste ano com a proposta de premiação por parte um jornal organizado
por um grupo de estudantes para quem “arremessasse fezes em um gay” e
mais recentemente com as agressões físicas contra um casal de
homossexuais em uma festa da Escola de Comunicação e Artes (ECA).
Ainda na capital paulista, vemos o surgimento de um movimento que pede
a morte de nordestinos e que já planejam até atos por uma “São Paulo
para os paulistanos”.

O Diretório Central dos Estudantes da Unesp-Fatec, em
resposta a execrável atitude ocorrida no INTERUNESP convocou a
realização de um grande Festival contra as opressões. O chamado à
construção do festival abre o debate sobre o papel que deve cumprir as
manifestações artísticas e atuação dos artistas em geral. Estes se
colocaram muitas vezes na linha de frente contra as tendências
retrógradas que teimam voltar às cenas. Reivindicamos este setor
importante de artistas que sempre foi o mais corajoso em combater com
sua arte as tendências preconceituosas e autoritárias de todo tipo.
Foi assim na ditadura militar com Chico Buarque, Teatro Oficina,
Geraldo Vandré entre muitos. Recentemente, acolhemos com entusiasmo o
apoio de Tom Zé e BNegão entre outros quando das perseguições do
governo do estado ao combativo sindicato dos trabalhadores da USP.

A partir disso, convidamos a todas/os artistas que se colocam na
perspectiva de superação da discriminação e opressão a construírem
este grande festival que será realizado no dia 3 e 4 de dezembro no
campus da UNESP/Marília.

Enquanto entidade estudantil estamos encontrando dificuldades
financeiras para a realização do festival. No entanto, antecipamos que
estamos dispostos a arcar com todas as despesas com estadia e
transporte daqueles que se propuserem a se apresentar durante o
festival. Além disso, iniciamos uma campanha financeira para tentar
arcar com as despesas do festival, portanto, estamos abertos a
conversar sobre o pagamento dos próprios shows, ainda que ressaltamos
que este chamado tem o objetivo de sensibilizar os/as artistas de
participarem solidariamente do mesmo.

Também chamamos a todos os que não possam participar, que façam uma
declaração filmada ou escrita, que digam se podem participar de outras
atividades em outra data e local ou se podem dar outro tipo de
colaboração à esta importante campanha.



Os artistas e as artistas devem se colocar contra estas violências!

Construamos uma grande campanha contra a opressão!



Diretório Central dos Estudantes da UNESP/Fatec – Helenira Rezende
dceunespfatec.blogspot.com



Entre em contato com o DCE para organizarmos juntas/os essa luta:
dceunespfatec@gmail.com

LuLa disse...

E ISSO NÃO FOI REGISTRADO EM AUDIO OU VÍDEO?!?!?!?!?!